Máquina de cartão sem taxa existe? Confira todos os detalhes!

Artigos

Empreendedores normalmente buscam uma maquininha de cartão sem taxa, mas não há um modelo livre de tarifas para sempre. De todo modo, existem algumas opções onde se pode pagar menos ou não pagar taxas por um determinado período. Entenda melhor no conteúdo!

Escrito por: Victor Leitão - atualizado em: 15/05/2024

Para empreendedores que desejam ampliar seu negócio com um terminal de pagamento, é comum procurar se existe uma maquininha sem taxa. Afinal, encontrar a opção com o melhor custo-benefício ajuda a reduzir os custos da empresa. Veja abaixo alguns modelos e descubra se eles não tem tarifa.

  • PagSeguro Minizinha Chip 3 – Promocional

    PagSeguro Minizinha Chip 3 - Promocional Solicitar

    Tarifas a partir de:

    0,00% Débito

    0,00% Crédito

    3,79% Parcelado

    Taxa zero no 1º mês!
  • PagSeguro Moderninha Plus 2 – Promocional

    PagSeguro Moderninha Plus 2 - Promocional Solicitar

    Tarifas a partir de:

    0,00% Débito

    0,00% Crédito

    3,79% Parcelado

    Taxa zero no 1º mês!
  • PagSeguro Minizinha NFC 2 – Promocional

    PagSeguro Minizinha NFC 2 - Promocional Solicitar

    Tarifas a partir de:

    0,00% Débito

    0,00% Crédito

    3,79% Parcelado

    Taxa zero no 1º mês!
  • SumUp Solo

    SumUp Solo Solicitar

    Tarifas a partir de:

    1,35% Débito

    3,10% Crédito

    5,40% Parcelado

  • T1 – Plano MegaTon

    T1 - Plano MegaTon Saiba Mais

    Tarifas a partir de:

    1,69% Débito

    3,49% Crédito

    8,99% Parcelado

  • InfiniteSmart

    InfiniteSmart Solicitar

    Tarifas a partir de:

    1,37% Débito

    3,15% Crédito

    5,39% Parcelado

Voltar ao topo

De todo modo, mesmo com o número alto de alternativas disponíveis no mercado, pode ser difícil encontrar um equipamento que seja livre de tarifas.

Trabalhar com máquinas de cartão de crédito pode envolver uma série de cobranças, como preços de aquisição, aluguel e os valores descontados de cada venda.

Por esse motivo, muitos interessados neste serviço costumam pesquisar se existe uma maquininha sem taxa, e é isto que vamos esclarecer neste conteúdo.

Confira se no mercado tem alguma alternativa que não apresenta cobranças, e entenda melhor as tarifas que acompanham um terminal de pagamento, para escolher a opção ideal para o perfil do seu empreendimento.

Existe maquininha sem taxa?

Atualmente, não existe maquininha sem taxa no mercado. Todas as opções apresentam pelo menos uma tarifa cobrada do vendedor.

Depois de conhecer mais sobre as porcentagens e custos que o empreendedor deve arcar, é comum procurar saber se existe alguma alternativa mais em conta.

Contudo, até o momento, não existe nenhuma maquininha sem taxa ou livre de tarifas. Isso porque essa cobrança é a forma da operadora alcançar seu lucro e ter uma remuneração pelo serviço prestado.

Porém, cabe ressaltar que os valores podem variar consideravelmente de acordo com a companhia, além de existirem várias possibilidades de contratação, como um plano de assinatura que altera as taxas de operação, mas oferece antecipação gratuita, ou um pacote individual que reduz as tarifas padrão.

Seja como for, todas as operadoras do mercado possuem algum tipo de desconto no valor. Por outro lado, para vendedores que buscam uma maquininha sem taxa, existe uma alternativa interessante, a Promoção Taxa 0 do PagSeguro.


Aproveite para ler nosso artigo sobre as maquininhas com menor taxa do mercado.


Maquininha sem taxa: Promoção Zero Taxa PagSeguro

A Promoção Zero Taxa PagSeguro é uma campanha lançada com foco na atração de novos clientes, válida para empreendedores que ainda não possuem nenhum equipamento da marca.

Ao aderir a qualquer maquininha do PagSeguro, a taxa para vendas à vista no crédito e no débito é de 0% para os primeiros 30 dias ou até atingir um limite de R$1.500,00. 

Veja os modelos com essa promoção abaixo:

  • PagSeguro Minizinha Chip 3 – Promocional

    PagSeguro Minizinha Chip 3 - Promocional Solicitar

    Tarifas a partir de:

    0,00% Débito

    0,00% Crédito

    3,79% Parcelado

    Taxa zero no 1º mês!
  • PagSeguro Moderninha Plus 2 – Promocional

    PagSeguro Moderninha Plus 2 - Promocional Solicitar

    Tarifas a partir de:

    0,00% Débito

    0,00% Crédito

    3,79% Parcelado

    Taxa zero no 1º mês!
  • PagSeguro Minizinha NFC 2 – Promocional

    PagSeguro Minizinha NFC 2 - Promocional Solicitar

    Tarifas a partir de:

    0,00% Débito

    0,00% Crédito

    3,79% Parcelado

    Taxa zero no 1º mês!
  • Dessa forma, o vendedor terá uma maquininha sem taxa temporária e poderá receber, integralmente, os valores das suas vendas, sem nenhum tipo de desconto.

    No entanto, após o período da campanha, as taxas voltam ao normal, com cobrança sobre cada operação.

    Além disso, a campanha não isenta o vendedor de pagar a tarifa de adesão pela maquininha, que varia de acordo com a modalidade.

    Assim, se estiver buscando uma maquininha sem taxa totalmente, não será possível encontrar, mas a Promoção Zero Taxa PagSeguro é uma opção atrativa.


    Que tal conhecer os modelos de maquininha da marca? Já produzimos conteúdos sobre todos eles, confira abaixo:


    Maquininha sem taxa não existe: vale a pena investir mesmo assim?

    Mesmo não existindo uma maquininha sem taxa, vale a pena considerar esse equipamento para o seu negócio.

    Isso porque os cartões de crédito e débito estão entre as formas de pagamento preferidas dos consumidores, e estabelecimentos que não aceitam essa alternativa podem acabar perdendo vendas e lucros.

    Além disso, investir nesse terminal de pagamento é uma forma de expandir sua atuação e aumentar o potencial da sua empresa, principalmente se você possui um negócio que está começando.

    Dessa forma, apesar de não existir uma maquininha sem taxa, é interessante que o vendedor conheça outras opções com um bom custo-benefício, e contrate um aparelho para o seu negócio.

    Assim, será possível aumentar o faturamento com um desconto equilibrado e que combine com as suas demandas.

    Afinal, quais são os custos e as taxas de uma maquininha de cartão?

    Inicialmente, ao escolher trabalhar com máquinas de cartão de crédito, é fundamental que o vendedor entenda melhor sobre os custos e as taxas que acompanham esse equipamento.

    Embora seja uma alternativa para ampliar o negócio e proporcione novas oportunidades para o empreendedor, ter um conhecimento mais aprimorado sobre essas cobranças ajudará no preparo e na avaliação dos melhores aparelhos do mercado.

    Por isso, veja abaixo quais são os custos relacionados a esse produto e entenda porque não existe uma maquininha totalmente sem taxa.

    Preço de custo e aluguel

    Antes de mais nada, o dono do negócio deverá arcar com o preço de custo da maquininha, que inclui seu valor de compra definitiva ou o aluguel. Isso porque existe a possibilidade de se tornar dono de um equipamento ou apenas alugá-la.

    Cada alternativa apresenta seus próprios benefícios, como a exclusão de taxas mensais posteriores, ou a chance de testar o aparelho sem, necessariamente, assumir um longo compromisso com ele.

    Seja como for, antes de iniciar as vendas e outras atividades, é necessário que o empreendedor se atente para esse preço de custo, pois ele será o primeiro investimento relacionado a maquininha de cartão escolhida.

    Taxa de adesão

    Enquanto isso, a taxa de adesão também é uma tarifa que pode incidir sobre o equipamento, embora não seja uma ocorrência para todos os aparelhos.

    Isso porque esse valor é cobrado pelas empresas prestadoras de serviços para começar a fornecer sua mão de obra, no caso, o serviço de pagamento com cartões de crédito, débito ou alimentação, por exemplo.

    Dessa forma, as marcas podem, ou não, possuir essa tarifa, dependendo do equipamento e até mesmo da modalidade de contratação.

    Atualmente, o mais comum é que a taxa de adesão seja cobrada somente para processos onde o vendedor adquire a maquininha definitivamente, por meio de compra.

    Nesse caso, a taxa de adesão é única, paga somente ao solicitar o produto, sem que seja necessário seguir com aluguel.

    Taxas de recebimento

    Por outro lado, ao contrário da taxa de adesão, a tarifa sobre os recebimentos quase sempre incidirá sobre as vendas do empreendedor.

    Ela trata-se de um valor que acompanha a atividade de venda, e não o aparelho físico, sendo descontada uma pequena porcentagem do total pago pelo cliente, como forma de remuneração pela disponibilidade da operação.

    Em outras palavras, a taxa de recebimento é um pagamento que a administradora exige por oferecer seus serviços de leitura de cartão.

    Além de ser comum em todas as máquinas, ela também varia por conta da modalidade, sendo diferente para cada situação e categoria escolhida pelo cliente.

    Continue a leitura e confira os tipos de tarifas de recebimento que existem.

    Taxa de débito

    Em um primeiro momento, a taxa de débito se apresenta como um dos valores mais baixos entre as demais tarifas.

    Faz sentido, visto que ela é cobrada somente de operações onde o saldo é retirado diretamente da conta do cliente, no momento em que a compra é autorizada.

    Dessa forma, não existe a cessão de crédito por parte da instituição financeira e nem a necessidade de repasse pela administradora.

    Assim, é possível que as maquininhas cobrem uma porcentagem mais acessível.

    Taxa de crédito

    Enquanto isso, as mesmas características se aplicam na tarifa de venda no crédito, algo que muitos empreendedores que buscam uma maquininha sem taxa podem se interessar.

    Afinal, o pagamento no crédito cada vez mais se torna uma das alternativas bem populares entre os consumidores. Contudo, diferentemente do débito, o crédito traz risco de inadimplência, isso faz com que sua taxa seja mais elevada, prejudicando o recebimento do empreendedor.

    Como o risco assumido pela operadora da maquininha e pela instituição financeira é maior, a cobrança percentual também é mais elevada que nas operações de débito, por exemplo.

    Além disso, é importante reforçar que a taxa no crédito vai ser bem diferente dependendo se o pagamento for na modalidade à vista ou parcelada.

    Ainda, essa taxa também é vigente para cartões da modalidade pré-pago, por exemplo. Isso porque mesmo que o valor seja debitado da recarga feita pelo cliente, ele continua atuando apenas no formato de crédito.

    Essa diferenciação é importante para o vendedor, uma vez que pode afetar seu recebimento.

    Taxa de parcelamento

    Por fim, a última taxa referente às transações com máquina de cartão de crédito é a de parcelamento. Como seu nome indica, ela incide sobre vendas onde o valor total é dividido em cobranças mensais.

    Normalmente, essa porcentagem costuma ser bem mais elevada, por conta dos riscos assumidos pelas companhias e pela possibilidade de inadimplência futura.

    Nesse caso, o valor descontado do total da compra varia conforme o número de parcelas, a bandeira de cartão e a política da administradora.

    Algumas empresas oferecem uma taxa fixa para o parcelamento, enquanto outras podem trazer um valor que cresce de forma gradual a cada mês, como maneira de desincentivar o parcelamento.

    Por esse motivo, inclusive, é comum muitos vendedores não trabalharem com compras divididas no cartão, ou determinarem um limite de parcelas, para reduzir o desconto no total que será recebido.

    Além disso, caso o vendedor não opte por um plano de antecipação de recebimentos, o desconto da taxa acontecerá todos os meses, conforme receber o total.

    Taxa de antecipação

    Outro ponto que vale a pena destacar para quem procura uma maquininha sem taxa é a cobrança de antecipação.

    Usualmente, as operadoras trabalham com um período de 30 dias para enviar o valor do pagamento para a conta do vendedor.

    Nesse caso, é necessário esperar por esse prazo até que o total esteja disponível na conta escolhida para recebimento.

    Entretanto, também existe a possibilidade de antecipar o recebimento, para que o vendedor não precise esperar o cumprimento dos 30 dias para ter acesso ao valor.

    A maioria das empresas trabalham com antecipação de maneira que os vendedores possam receber o valor em 1 dia útil ou em 14 dias, com possíveis variações nesse prazo.

    Por outro lado, se o comerciante escolher essa alternativa, deverá arcar com uma taxa correspondente ao período adiantado.

    A cobrança também varia de acordo com a empresa que administra a maquininha, podendo ser uma taxa cobrada a cada antecipação individual, ou que incide sobre um pacote contratado à parte.

    Além disso, planos de assinatura com taxas de operação diferenciadas permitem a antecipação. Nessa situação, ocorre um aumento no valor das porcentagens para débito e crédito, por exemplo, mas sem tarifa de antecipação.

    Em todos os casos, a tarifa existe, mas não é obrigatória, não sendo cobrada caso o vendedor mantenha o prazo de 30 dias para recebimento dos valores.


    Aproveite para conhecer as melhores máquinas de cartão que o dinheiro cai na hora!


    Maquininha com menor taxa: uma alternativa para seu negócio!

    Embora não exista uma maquininha sem taxa no mercado, o vendedor ainda pode contar com outras alternativas para o seu negócio, escolhendo uma maquininha com menor taxa e com bom custo-benefício.

    Isso irá variar de acordo com as prioridades de cada empreendedor. Se ele deseja um baixo investimento inicial, pode procurar maquininhas com a menor taxa de aquisição ou de adesão.

    Enquanto isso, se deseja um plano de recebimento com antecipação, diversas operadoras trazem pacotes de assinatura diferenciados.

    Dessa forma, antes de definir qual a melhor maquininha sem taxa específica para o seu negócio, ou pelo menos com porcentagens reduzidas, vale a pena escolher a modalidade mais importante para a sua avaliação.

    Em seguida, será possível encontrar a melhor escolha, com as tarifas mais baixas do mercado.

    Atualmente, nomes como InfinitePay e SumUp se destacam, por terem taxas competitivas e valores acessíveis, especialmente voltados para iniciantes nesse ramo.

    Por outro lado, os líderes do mercado, como PagSeguro e Mercado Pago, também oferecem um custo-benefício equilibrado.

    Vale destacar também que as maquininhas das marcas PagSeguro, Ton, Mercado Pago e SumUp oferecem taxas promocionais mais baixas.

    Porém, é necessário atender alguns critérios, bem como existe um tempo ou valor de faturamento limite para aproveitar essas promoções.

    Nesse caso, o mais recomendável é conhecer as principais alternativas e o que elas podem oferecer, para, então, tomar uma decisão mais assertiva nesse quesito.

    Sendo assim, veja tabela abaixo e análise qual seria a melhor maquininha de menor taxa para o seu negócio:

    Maquininhas com menor taxaPreçosTaxas
    Infinitepay12x de R$ 17,90 ou R$ 214,80 à vistaDébito: a partir de 1,37%
    Crédito à vista: a partir de 3,15%
    Crédito parcelado: a partir de 5,39%
    Mercado PagoA partir de 12x de R$ 1,90 ou à vista R$ 22,80Débito: a partir de 1,99%
    Crédito à vista: a partir de 3,03%
    Crédito parcelado: a partir de 3,60%
    TonA partir de 12x de R$ 1,90 ou à vista R$ 22,80Débito: a partir de 1,69%
    Crédito à vista: a partir de 3,49%
    Crédito parcelado: a partir de 8,99%
    PagSeguroA partir de 12x de R$ 1,90 ou à vista R$ 22,80Débito: a partir de 1,99%
    Crédito à vista: a partir de 3,19%
    Crédito parcelado: a partir de 3,79%
    SumUpA partir de 12x de R$ 9,90 ou R$ 118,80 à vistaDébito: a partir de 1,35%
    Crédito à vista: a partir de 3,10%
    Crédito parcelado: a partir de 5,40%
    Maquininhas com as menores taxas

    Extra: maquininha sem taxa de aluguel vale a pena?

    Apesar de não existir maquininha sem taxa nenhuma, algumas empresas oferecem maquininhas sem aluguel ou disponibilizam máquinas de cartão em regime de comodato.

    Isso é uma grande vantagem e pode valer a pena, pois, após quitar todas as parcelas do seu aparelho ou pagá-lo à vista, o vendedor terá que arcar apenas com as taxas de débito, crédito e parcelamento. Desse modo, o comerciante acaba tendo uma alívio de gastos, porque acumula menos taxas a pagar.

    Confira a seguir uma tabela com as melhores maquininhas sem aluguel disponíveis atualmente no mercado:

    Melhores maquininhas sem aluguelPreços e taxasCaracterísticas
    Ton T1

    Comprar
    12x de R$ 1,90 ou à vista R$ 22,80

    Débito: a partir de 1,69%
    Crédito à vista: a partir de 3,49%
    Crédito parcelado: a partir de 8,99%
    Menor valor de aquisição e fácil de transportar. Porém, precisa de celular para funcionar e tem bateria com média duração.
    Minizinha Chip 3

    Comprar
    12x de R$ 6,90 ou à vista por: R$ 82,80

    Débito: a partir de 1,99%
    Crédito à vista: a partir de 3,19%
    Crédito parcelado: a partir de 3,79%
    Fácil de transportar e tecnologia NFC. Porém, não imprime comprovante e tem bateria com média duração.
    Minizinha NFC

    Comprar
    12x de R$ 1,90 ou à vista R$ 22,80

    Débito: a partir de 1,99%
    Crédito à vista: a partir de 3,19%
    Crédito parcelado: a partir de 3,79%
    Fácil de transportar, menor preço e tecnologia NFC. Porém, tem bateria de baixa duração e precisa de celular
    InfinitePay

    Comprar
    12x de R$ 17,90 ou R$ 214,80 à vista

    Débito: a partir de 1,37%
    Crédito à vista: a partir de 3,15%
    Crédito parcelado: a partir de 5,39%
    Maquininha moderna por um bom preço e bateria com boa durabilidade. Porém, não tem variedade de modelos e não aceita QR Code.
    Point Smart

    Comprar
    12x de R$ 26,65
    ou à vista R$ 319,90

    Débito: a partir de 1,99%
    Crédito à vista: a partir de 3,03%
    Crédito parcelado: a partir de 3,60%
    Bateria de longa duração, tela touchscreen e imprime comprovante. Porém, tem pouca mobilidade e preço maior.
    SumUp Solo Printer

    Comprar
    12x de R$ 49,90 ou R$ 598,80 à vista

    Débito: a partir de 1,35%
    Crédito à vista: a partir de 3,10%
    Crédito parcelado: a partir de 5,40%
    Consegue processar alto volume de vendas e imprime comprovante. Porém, não aceita QR Code.
    Informações sobre as máquinas sem taxa de aluguel

    Gostou do conteúdo sobre maquininha sem taxa? Se sim, que tal conhecer mais alguns dos nossos outros textos sobre o tema, veja abaixo e confira:

    Perguntas Frequentes (FAQ)

    1. Qual maquininha não tem taxa?

      Atualmente, não existe nenhuma maquininha sem taxa, mas uma alternativa é a promoção Taxa Zero do PagSeguro, que oferece 30 dias de taxa 0% para compras no débito e no crédito, sendo uma opção para os novos clientes.

    2. Qual a melhor maquininha com menor taxa?

      Não existe maquininha sem taxa, porém é possível escolher uma maquininha com menor taxa. Algumas das melhores maquininhas com menor taxa são: InfinitePay, Mercado Pago, PagSeguro e SumUp.

    3. Qual a melhor maquininha sem aluguel?

      Não é possível eliminar todas as taxas de uma maquininha, entretanto algumas empresas oferecem maquininhas sem aluguel. Algumas das melhores maquininhas sem aluguel são: Ton T1, Minizinha Chip 3, Minizinha NFC, InfinitePay, Point Smart e SumUp Solo Printer.

    4. Qual a melhor maquininha que não tem taxa?

      Não existe maquininha sem taxa, uma opção é adquirir uma maquininha com a menor taxa, como InfinitePay, Mercado Pago, PagSeguro e SumUp, por exemplo.

    Conteúdos Relacionados