Veja o que é TPV financeiro e como calcular o valor desse indicador em um período!

Significado

Saiba o que significa o indicador TPV (Total Payment Volume), em tradução literal “Volume Total de Pagamento”, e qual a importância dessa métrica para o desenvolvimento do negócio e da estratégia de marketing.

Escrito por: Victor Leitão - atualizado em: 21/05/2024

Para empresas que utilizam mais de uma tecnologia de pagamento, entender o que é TPV é fundamental para conhecer a real situação do faturamento e das vendas.

Atualmente, existem diversos meios de pagamento que podem ser implementados, como maquininhas de cartão de crédito e gateways. Assim, para ter resultados positivos, é essencial que o empreendedor conheça e utilize as principais.

Entretanto, o número de alternativas para recebimento também pode dificultar a organização do negócio. 

Nesse cenário, o gestor deve contar com algumas métricas que auxiliam no monitoramento das vendas, mesmo que realizadas por diferentes meios.

Por isso, vale a pena aprender o que é TPV e saber como implementar esse conceito na administração do seu negócio. Confira nosso guia especial com detalhes sobre essa prática, e como utilizá-la para simplificar os seus cálculos de faturamento.

O que é TPV? Saiba o que significa essa métrica!

TPV é a sigla em inglês para “Total Payment Volume”, em tradução literal Volume Total de Pagamento. Trata-se de uma métrica que representa o valor integral transacionado por meio de todos os terminais de pagamento que a empresa utiliza.

Esse indicador costuma ser aplicado para verificar o volume em determinados períodos, a fim de unificar o total do faturamento e determinar qual a porcentagem de cada recebimento conforme a tecnologia utilizada.

Quando uma empresa conta com vários provedores e terminais, como maquininhas e adquirentes, o uso dessa ferramenta pode ajudar a encontrar o volume geral de transações processadas.

Para que serve o TPV e qual sua importância?

Em um primeiro momento, entender o que é TPV permite que o empreendedor possa ter uma visão mais completa e detalhada sobre o seu volume de vendas.

Com essa métrica, é possível mensurar o total de pagamentos processados, e entender a porcentagem de faturamento que se refere a cada tecnologia.

De forma geral, esse indicador ajuda a calcular as vendas de modo mais organizado, permitindo que esse processo seja feito em diferentes períodos.

No entanto, a longo prazo, saber o que é TPV também auxilia o gestor a traçar estratégias mais eficientes para o seu negócio, com base em relatórios concretos sobre seus resultados.

Por exemplo, com essa métrica, existe a possibilidade de determinar o terminal de pagamento mais usado, ou que mais arrecada faturamento, e entender o que leva a essa condição.

Além disso, o resultado desse cálculo também permite avaliar se as metas foram atingidas, se houve crescimento na entrada de caixa ou se os recebimentos caíram.

Contudo, essas percepções só são possíveis com a aplicação desta métrica por várias períodos, a fim de gerar um histórico mais sólido, ou construir um gráfico, por exemplo.

Se aplicada de maneira correta, a fórmula que define o que é TPV possibilita a criação de estratégias de vendas mais assertivas, ajudando o empreendedor a alcançar um ritmo de atuação saudável.

Análise do TPV e de outros indicadores

Por outro lado, analisar o que é TPV e aplicar esse indicador é uma ação que depende do conjunto de outras métricas para gerar resultados positivos.

Afinal, seu resultado individual pode não oferecer uma visão completa sobre o comportamento do negócio e os hábitos dos clientes, por exemplo.

Desse modo, recomenda-se adotar outros índices complementares na análise do total de pagamentos, para entender os retornos com maior propriedade.

A princípio, é possível aplicar o conceito de TPV com o ticket médio, um indicador que determina o valor gasto pelo público em produtos e serviços.

Com isso, o gestor poderá traçar quais as maiores saídas, ao mesmo tempo que verifica quais as formas de pagamento mais escolhidas. 

Assim, encontrará um cenário sólido para operar no futuro. Por exemplo, se o ticket médio é relativamente alto, mas o terminal mais escolhido é a maquininha de cartão de crédito na modalidade parcelado, pode indicar um comportamento específico do público-alvo.

Situações como essas só podem ser encontradas ao unir o TPV com outras métricas.

Além disso, não é necessário aplicar somente indicadores de vendas. Também existe a possibilidade de alinhar esse conceito com medidas como o Custo de Aquisição de Clientes, ou seja, os custos que o negócio tem para atrair e manter o público, em comparação ao retorno obtido.

Nesse caso, pode ocorrer um cenário onde o custo para atrair o público na internet seja menor, mas o terminal que mais apresentou faturamento seja um gateway de pagamento.

Trata-se de uma nova possibilidade de ação que ajuda na criação de campanhas estratégicas para potencializar as vendas.

Como calcular o Volume Total de Pagamentos (TPV) da minha empresa?

Por fim, depois de entender o que é TPV e como essa métrica pode ajudar no seu negócio, é possível realizar o cálculo de maneira simples e rápida.

Para isso, confira os passos que separamos, e que podem ajudar a determinar o valor total de pagamentos da sua empresa:

1. Estabeleça um período

Inicialmente, para entender, de fato, o que é TPV e como calculá-lo, é recomendável estabelecer um período de análise.

É comum que os gestores optem pelo intervalo de um mês entre as vendas, mas o período é de livre escolha, podendo ser quinzenal ou semanal, por exemplo.

Além disso, é possível avaliar os resultados em outros períodos, como a cada seis meses, para ter uma comparação mais concreta do total, posteriormente.

Ainda, é importante manter esse intervalo constante, para que seja possível comparar devidamente os resultados, traçando um histórico mais fiel à situação do negócio.

2. Identifique as tecnologias de pagamento utilizadas

Em seguida, é necessário identificar quais as tecnologias de pagamento que a empresa utiliza atualmente, como:

  • maquininhas de cartão;
  • adquirentes e subadquirentes;
  • gateways de pagamento;
  • transferências diretas ou Pix.

Muitas vezes, o empreendedor não possui conhecimento de todas as alternativas que disponibiliza. Nesse caso, essa etapa irá auxiliar no cálculo de todos os recebimentos.

3. Verifique todos os valores recebidos

Por fim, basta colocar em prática o que é TPV para identificar o total em cada uma das tecnologias utilizadas.

Para isso, é necessário ter acesso a esses totais de acordo com o equipamento. Assim, recomenda-se ter um relatório mais completo de informações, seja da conta de vendas ou da plataforma de controle.

É importante verificar esse extrato para calcular o TPV corretamente. No entanto, depois de ter a informação em mãos, encontrar o total de pagamentos é simples.

Por exemplo, se a maquininha de cartão informar um recebimento de R$50.000, este vai ser o seu TPV.

Nesse caso, para encontrar o valor integral do negócio dentro do período, basta somar o volume de todos os meios de pagamentos.

Para uma empresa que possui R$ 50 mil na maquininha, R$ 30 mil em boletos e R$ 20 mil por Pix, seu TPV será a soma de todos. Logo, 50.000 + 30.000 + 20.000 = R$ 100.000. Ou seja, a métrica total será de R$ 100 mil.

4. Realize as comparações

Depois de entender o que é TPV e como calcular, basta realizar as devidas comparações com as informações desejadas, que podem incluir:

  • histórico de pagamentos anteriores;
  • média de valores;
  • indicadores de gasto médio;
  • hábitos dos clientes.

Nesta etapa, o empreendedor tem liberdade de utilizar a informação como preferir, para encontrar os dados mais relevantes para o seu negócio.

Por que aprender o que é TPV?

Embora pareça um conceito simples, entender o que é TPV pode ajudar empreendedores iniciantes a investir corretamente no seu negócio.

Com essa métrica, é possível não apenas saber como calcular todos os recebimentos, como também entender a importância que eles apresentam em determinado cenário.

Para vendedores que estão começando e desejam ter uma organização maior no dia a dia, esse índice é essencial, pois permite encontrar e dividir todo o faturamento conforme o canal de vendas.

Por fim, aprender o que é TPV também é importante para a formação de gestores mais experientes, pois esse indicador pode auxiliar o negócio na elaboração de campanhas e ações mais assertivas que aumentem seu lucro.

Dessa forma, vale a pena conhecer mais sobre esse recurso e como fazer seu cálculo, para estabelecer uma avaliação mais completa da empresa e ter conhecimentos úteis para investir no seu crescimento.

Gostou do conteúdo? Deixe um comentário com a sua opinião e nos diga o que mais você quer ver aqui no site!

Para finalizar, que tal dar uma olhadinha em outros conteúdos e avaliações sobre as principais maquininhas de cartão do mercado? Veja alguns textos que já publicamos:

Conteúdos Relacionados