Como passar cartão na maquininha: aprenda rapidamente com um passo a passo simples!

Artigos

Aprenda como passar cartão na maquininha, confira as vantagens de ter uma máquina no seu negócio e descubra se vale a pena ter uma maquineta! Será que isso pode aumentar suas vendas?

Escrito por: Victor Leitão - atualizado em: 20/05/2024

Se você tem um negócio, e está pensando em implementar novas formas de receber os seus pagamentos, saber como passar cartão na máquina pode ser uma boa solução.

Considerado um recurso atrativo para empreendedores que desejam realizar vendas com cartões na função de crédito ou débito, ou por tecnologia de aproximação, entender como funciona esse equipamento é fundamental para evitar problemas durante a finalização da compra.

Nesse caso, embora cada marca de máquina de cartão apresente modelos e tecnologias diferentes, a maioria opera da mesma forma. Dessa maneira, ao aprender como utilizar esse aparelho, será possível se adaptar ao modelo escolhido com mais tranquilidade.

Para te ajudar a entender como passar cartão na maquinha, preparamos este conteúdo com um passo a passo completo, além de dicas sobre como funciona esse método de pagamento. Confira!

Como passar cartão na maquininha: guia completo

Ao adquirir qualquer modelo de maquininha de cartão, é importante se atentar ao passo a passo sobre como manusear o aparelho.

Isso, porque independentemente das configurações do aparelho, com funcionalidades mais básicas ou avançadas, passar cartão na maquineta é uma tarefa rápida e prática, mas que requer atenção.

Assim, para te ajudar a realizar as suas transações de forma segura, veja as etapas abaixo e siga as instruções:

1. Ligue sua máquina de cartões

Para começar a manusear o seu aparelho e saber como passar cartão na maquininha, o primeiro passo é ligar o seu equipamento, caso ele não esteja ligado.

Vale ressaltar que se a máquina não estiver com o chip ou pacote de dados próprio, é necessário realizar o pareamento do dispositivo com o seu smartphone.

Se não estiver conseguindo ligar o dispositivo, confira se o equipamento está carregado. Essa verificação é simples, e basta plugar na tomada para ver o nível da bateria, evitando perder tempo ou ter estresse ao não conseguir ligar.

Geralmente, para iniciar qualquer tipo de instrumento dessa natureza, basta pressionar um botão de cor verde, ou com o símbolo de “Power”, para ligar e desligar.

Contudo, cada máquina pode apresentar uma forma diferente de inicialização. Dessa maneira, se tiver dúvidas, basta recorrer ao manual do fabricante, ou buscar suporte da empresa.

Além disso, antes de adquirir um produto, é essencial pesquisar todas as informações acerca da operadora, para garantir que quaisquer problemas com o aparelho podem ser solucionados.

Dica de artigo: Qual a máquina de cartão com menor taxa? Veja as melhores opções em 2024!

2. Pergunte ao cliente qual a forma de pagamento e selecione essa opção no aparelho

Uma maquininha de cartão é um tipo de aparelho que permite a leitura de cartões e a transmissão de dados entre um estabelecimento, a operadora, o banco e o seu cliente.

Dessa forma, antes de saber como passar o cartão na máquina, pergunte ao cliente qual é a forma de pagamento desejada por ele, podendo ser:

  • Crédito à vista ou parcelado: umas das formas mais utilizadas no mercado. O consumidor e o estabelecimento não precisam se preocupar com troco ou saldo disponível, apenas com limite. É uma forma segura;
  • Débito: assim como o cartão de crédito, o débito também apresenta as mesmas funcionalidades, mas pode oferecer taxas mais baixas, uma vantagem para o estabelecimento;
  • Cartão de benefícios (voucher): essa modalidade é um benefício concedido por empresas para trabalhadores, e permite realizar compras (normalmente no ramo alimentício).

Além dessas principais modalidades, algumas maquininhas também aceitam pagamento por pix via QR Code, pagamentos por aproximação a partir da tecnologia NFC ou por carteiras digitais.

3. Insira o valor da venda na maquininha e informe ao consumidor

Após selecionar a forma de pagamento, insira as informações pertinentes à transferência da venda como o seu valor em reais e centavos utilizando o teclado numérico.

Para evitar possíveis problemas, antes de confirmar a transação, verifique se o valor que apareceu na tela está correto e mostre ao cliente.

Tenha em mente que essa verificação não é um fator necessário para concluir uma venda, no entanto, transmite mais transparência e confiabilidade na hora de fechar um negócio.

Se a quantia a ser paga apresentar erro na digitação, procure a tecla limpar ou excluir e comece a transação novamente, seguindo os mesmos passos de como passar cartão na maquininha.

4. Peça ao cliente para aproximar, inserir ou passar o cartão

Após o cliente conferir o valor da transação e escolher a forma de pagamento, peça para aproximar, inserir ou passar o cartão.

A tecnologia de aproximação Near Field Communication (NFC) permite a troca de informações entre dispositivos sem a necessidade de utilização de cabos ou fios wireless, bastando apenas uma aproximação física do cartão na maquininha.

Esse tipo de pagamento é até dez vezes mais rápido do que os mais tradicionais. Além da tecnologia NFC, a transferência por aproximação também pode ser realizada por meio de carteiras digitais como Google Pay, Apple Pay e Samsung Pay.

Para realizar uma transação com cartão de chip, basta o cliente inseri-lo na entrada da máquina e aguardar que as informações presentes sejam validadas.

Enquanto isso, para além do pagamento por chip ou aproximação, um cartão de crédito ou débito também pode ser passado na maquininha por meio do leitor.

Para isso, verifique se o leitor  possui um pequeno ícone ou imagem que mostra para que lado o chip magnético deve estar voltado para realizar a leitura.

Caso o cartão não apresente esse informativo, tente aproximar com a parte da frente, uma vez que essa é a direção mais comum, e siga os demais passos de como passar cartão na maquininha.

Confira também: Melhor máquina de cartão para MEI: as opções mais relevantes do mercado!

5. Passe a maquininha para o cliente digitar a senha quando o cartão não possuir a opção “pagamento por aproximação”

Os pagamentos realizados por aproximação utilizam cartão de crédito, débito ou celular em um sistema que não exige digitação de senha.

Contudo, isso só é permitido quando o limite da compra for entre R$ 50 e R$ 200, podendo variar conforme a instituição bancária.

Esse limite não existe nas modalidades de chip, pois a inserção exige senha automaticamente. No entanto, se a aproximação for superior ao valor pré-estabelecido pelos bancos, o cliente também deverá digitar o PIN para a que a sua transação seja concluída.

Inclusive, é necessário confirmar a senha em outras ocasiões, como compras online ou usando o smartphone. Se o cliente não estiver com o cartão em mãos, siga o procedimento de compra e aguarde o informe da senha no dispositivo.

Posto isto, para finalizar a venda, siga as instruções na tela para autorizar a leitura e aguarde a confirmação da senha numérica.

6. Por último, aguarde a maquininha confirmar a aprovação do pagamento

Após o cliente inserir a senha do cartão na maquininha, aguarde a venda processar, e espere o equipamento exibir na sua tela as informações referentes à transação, informando se foi autorizada.

Nesse caso, se houver algum problema, como senha errada ou saldo insuficiente, a máquina também exibirá uma mensagem para que a correção ou nova transação possa ser feita.

Tenha em mente que após o cliente inserir a senha do cartão na maquininha, a operação pode levar alguns segundos ou minutos, dependendo da conexão.

Se estiver com problemas em como passar cartão na maquininha, uma dica é entrar em contato com a operadora para obter mais instruções, sem tentar novas vendas por enquanto.

Isso, porque continuar o processo e pedir para o cliente digitar novamente a sua senha pode gerar uma compra duplicada ou bloqueios inesperados.

Por fim, após a venda aprovada, dependendo do modelo da maquininha, é possível processar um recibo impresso, ou enviar por e-mail, ou SMS com o comprovante de pagamento do cliente.

Sugestão de leitura: Parcelado emissor: o que é e como funciona?

Como funciona o pagamento por meio de cartão?

Após aprender como passar cartão na maquininha, é importante que o vendedor saiba o modo como esse pagamento funciona. 

Na prática, ele segue um passo a passo básico. Pode mudar conforme a forma escolhida ou o estabelecimento, mas, de modo geral, as etapas são as mesmas:

  1. Primeiro, a maquininha lê as informações da tarja magnética ou do chip do cartão do comprador, como o número da conta, data de validade, código de segurança e o seu nome;
  2. Em seguida, por meio da conexão entre o equipamento e a operadora, a máquina de cartão verifica se o cliente possui saldo para efetivar o pagamento, bem como confere se existem impedimentos associados ao cartão;
  3. Após as conferências e depois de a operadora ter confirmado os dados, a transação é efetivada.

A maquininha é um dispositivo que permite a leitura de cartões e a transmissão de dados entre um estabelecimento, sendo um tipo de hardware com tecnologia para o recebimento de pagamentos.

Não é necessário saber o funcionamento da transmissão de dados criptografado para aprender como passar cartão na maquininha, apenas saber que essa é uma transação que acontece em segundos.

Ainda, é um método seguro, pois o estabelecimento não tem acesso às informações fornecidas entre o dispositivo e a operadora do cartão. 

Atualmente, as principais operadoras de bandeiras de cartões do mercado são:

As bandeiras são formadas por meio da combinação de instituições financeiras, responsáveis pelo intermédio da relação entre o usuário e operadora de cartão de crédito.

Ademais, a máquina de cartão é um aparelho que faz a ligação entre pessoas que usam esse meio de pagamento. Por isso, ter uma conexão estável também é fundamental.

Importância de uma internet confiável

Aprender como passar cartão na maquininha depende de uma internet confiável, pois a conexão é fundamental.

Podendo ser disponibilizada por meio do telefone celular ou da própria máquina, a internet deve ser estável, para que a transmissão de dados aconteça de forma segura e eficiente.

Além disso, a velocidade na transmissão é importante se o empreendimento atender a muitos clientes simultaneamente, uma vez que isso pode interferir na agilidade das transações.

Entre as maquininhas com chip, atualmente as opções mais rápidas são a GPRS, 3G e 4G. No entanto, o chip fará uma diferença significativa se o sinal da operadora for de boa qualidade na região onde o negócio estiver operando.

Vantagens de utilizar a maquininha de cartão no seu negócio

Saber como passar cartão na maquinha no seu estabelecimento oferece muitos benefícios, como: 

  • Atender mais clientes, principalmente sem precisar de dinheiro em espécie;
  • Realizar transações mais seguras, o que minimiza as chances de roubos e furtos;
  • Antecipar valores de vendas parceladas, mediante taxas cobradas pelas fornecedoras.

Ao optar por essa tecnologia no seu empreendimento, vale a pena saber que a maquininha pode ser utilizada tanto por pessoa física, quanto por autônomos, MEI e demais modalidades de empresa, um dos benefícios desse aparelho flexível.

Vale a pena ter uma maquininha de cartão no seu negócio?

Se você deseja ter mais possibilidades de vendas no seu negócio, vale a pena saber como passar cartão na maquininha e adquirir o dispositivo para o seu empreendimento.

Isso, porque além das modalidades tradicionais de pagamento como crédito e débito, as máquinas de cartão possibilitam novas formas de pagamento como em QR Code, aproximação e PIX, e permitem o envio de link e venda digitada.

Assim, elas possibilitam realizar mais vendas e ter um maior crescimento para o seu negócio, uma vez que, atualmente, a maioria das pessoas não utiliza dinheiro em espécie.

Agora que você já sabe como utilizar uma maquininha de cartão e como ela funciona, basta escolher o melhor modelo e operadora conforme o perfil do seu empreendimento e das suas vendas.

E aí, o que achou do artigo? Sua opinião é muito importante para nós, logo, lembre-se de deixar seu comentário. Assim, poderemos entregar conteúdos cada vez mais qualificados.

Agora, antes de ir embora, que tal conhecer outros textos do iMaquininhas? Além de abordar os principais temas e produtos relacionados a máquinas de cartão, também produzimos conteúdos sobre negócios. Veja a lista a seguir:

Conteúdos Relacionados